segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Atividades sobre o filme: Sempre ao seu lado.

O filme "Sempre ao seu lado" objetiva:

  • Estimular a compreensão e aplicação da lealdade no dia-a-dia das pessoas.
  • Desenvolver a leitura e escrita.
  • Possibilitar reflexões ligadas a valorização dos seres humanos e dos animais em geral, sem discriminação.
  • Estimular a leitura de imagens.



Para assisti-lo na internet é só clicar no endereço abaixo. Ele está dublado e completo. Eu assisti e recomendo.

Sinopse


Quando volta para casa, depois de um dia de trabalho, o professor universitário Parker (Richard Gere) encontra um frágil filhote de akita na plataforma de passageiros da estação de trem que costuma usar. Ao saber que o pequeno cachorro ficará lá por toda a noite, sem qualquer cuidado, Parker decide levá-lo para casa, e dá ao novo amigo o nome de Hachiko. A ligação entre os dois é imediata, e mesmo quando Cate, sua esposa, insiste para que o professor se livre do filhote, ele defende sua permanência em casa. 


Logo, Parker percebe que Hachiko estará Sempre ao Seu Lado. Fiel, o cachorro sai todo dia com o dono, que vai trabalhar, o acompanhando até a estação de trem, e voltando no fim da tarde para buscá-lo. E essa rotina se repete inúmeras vezes, até que, um dia, o dono do akita não aparece no trem que costumava vir. Mesmo com a ausência de Parker, seja na estação, seja em sua casa, Hachiko segue sua rotina diária de aguardá-lo no mesmo local, no fim da tarde, na esperança de que um dia seu amigo volte. 


Baseado em uma história real, Sempre ao Seu Lado é protagonizado e produzido pelo ator Richard Gere, que convidou seu amigo Lasse Hallström para dirigí-lo novamente. Os dois já haviam trabalhado juntos em O Vigarista do Ano, de 2006. O verdadeiro Hachiko viveu no começo do século XX, no Japão. Depois da morte de seu dono, um professor da universidade de Tóquio, o akita continuou a aguardá-lo na estação de trem por mais de dez anos. A história se tornou tão notória no país, que o cachorro virou herói nacional. No país, há três estátuas em homenagem ao animal, e a estação de trem hoje se chama Saída Hachiko, e é o principal ponto de encontro da capital japonesa. 


Atividades sobre o filme:





Para debates:








Imagens do filme:



























Baseado em fatos reais:

O verdadeiro Hachiko nasceu em Odate, Japão, em 1923. 
Seu dono Dr. Eisaburo Ueno, professor da Tokyo Universidade, morreu em maio de 1925.
Hachi retornou a Estação de Shibuya para aguardá-lo nos 9 anos seguintes.
Hachiko morreu em março de 1934.
Atualmente há uma estátua de bronze em homenagem em seu posto de espera, na entrada da Estação de trem de Shibuya.





Espero que gostem.
abraços,
Rosângela.




2 comentários:

  1. Parabéns, lindo trabalho! Peço sua autorização para usá-lo com meus alunos do 5º ano. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helena!
      Muito obrigada por seu carinho e sua visita aqui no Blog.
      É um prazer muito grande poder contribuir para sua prática pedagógica.
      Os materiais postados são para utilização, de preferência, em sala de aula.
      Portanto, fique bem à vontade para utilizar daqui o que precisar.
      Seja bem-vinda e volte sempre, viu?
      Qualquer dúvida é só perguntar.
      Grande abraço,
      Rosângela.

      Excluir