quinta-feira, 30 de julho de 2015

Produção de Texto. Oba!

Olá Pessoal!
A vida escolar precisa ser repleta de coisinhas diferentes, não é mesmo? 
A rotina é muito importante e necessária, mas as aulas precisam ter novidades.
O trabalho com produções de texto precisa ser interessante e propiciar um certo divertimento. 
Uma forma bem legal de trabalhar produções de texto é utilizando o reconto de histórias. 
O professor conta uma história e depois a criança reconta com suas palavras. Recontar é reconstruir um texto que já existe. Oralmente ou escrito. Individualmente ou coletivamente. 
O interessante é que esse trabalho pedagógico  é bem valioso e propicia muito aprendizado.
É claro que precisa ser bem esclarecido as crianças, quanto ao tempo em que a história acontece, os personagens e a manutenção dos fatos que realmente aconteceram na história.
Recontar estimula a criatividade, a organização de ideias, a memorização, a imaginação, dentre outros.


A proposta desta semana foi sobre o reconto da fábula "Os três porquinhos".
Busquei vários livros com essa história. Foram tantas versões. Li inúmeras para as crianças.
Mas, a que me interessava era a que continha os nomes dos personagens.
Pesquisei e vi:

  • Bolinha, Bolota e Bolão - na coleção Disquinhos.
  • Salsicha, Torresmo e Linguicinha - na coleção Baú do Professor.
  • O primeiro, o segundo e o terceiro - em várias versões.

Foram tantos nomes que quase desisti. Só que não desisto nunca, foi só uma brincadeirinha.

A versão que eu decidi trabalhar era a que tinha os porquinhos com os seguintes nomes: Cícero, Heitor e Prático.

Eu encontrei a história no site do Wikipédia da forma que eu gostaria de trabalhar, só que, justamente hoje, modificaram a página alterando enormemente o que eu havia lido e escolhido.
Por sorte eu já tinha salvo em meu computador. Ufa!!!!
Por que será que mudaram? Vai saber.

Bem, depois de contar (li vários textos para eles observarem inúmeras versões existentes sobre uma mesma história) e recontar a história várias vezes (para entenderem o que é reconto)  passamos para a parte escrita.

As crianças alfabéticas fizeram individualmente.
As crianças com dificuldades fizeram com minha intervenção. 
Claro que tudo foi muito bem explicadinho para os alfabéticos, de modo que pudessem entender que haviam crianças que precisavam mais de mim naquele momento do que eles. 
Compreenderam. Ufa!!!

A versão que escolhi foi:


Para a diversão da garotada, dedoches. 
Preparei um grande, com cenário em formato de livro e com dedoches em EVA para eles curtirem a valer. Simplesmente adoraram.
Depois, as crianças construíram dedoches de papel.

Veja:

















As crianças, primeiramente riscaram o contorno dos corpinhos em folha A4, depois foram colorir, recortar e montar os dedoches de papel para recontar e brincar. 
Algo que me deixou muito feliz foi o fato de, praticamente todos os alunos, pedirem para levar os dedoches logo para casa para recontar a história para seus familiares e amigos. Gostei!! Isso realmente alegra a minha alma. Tanto trabalho, pesquisa e bons resultados.



Thiago tentou caprichar nos contornos. Que fofo!


Esse aluno colando é o Isaque.

Maxsuel também fez um belo trabalho.




Os dedoches acima foi meu aluno Heittor quem fez. Ele adorou ter o nome dele em uma história.




Esses modelos que aprendi a fazer encontrei na internet, mas perdi o endereço para dar os devidos créditos. Vou encontrá-lo e fazer o correto que é informar que site tem esse material parecido. Não me lembro se os que eu vi eram em EVA. Os de papel eu mesma risquei, espero que considerem bons.

Enfim, os recontos orais e escritos ficaram muito legais e meus pequeninos se divertiram bastante entre si com os dedoches que fizeram. Objetivo alcançado. Oba!!!!!!!

Bem, é isso!
Se possível,deixe seu comentário.

Grande abraço,
Rosângela.



2 comentários:

  1. Nossa que bacana sua ideia adorei Parabéns.

    www.studocriativoarteemeva.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Silvana!
      Adorei receber seu recadinho. Muito obrigada pelo carinho. Esse é um trabalho que realmente funcionou. Até hoje, quando acabam as tarefas, pedem para brincar de recontar usando o livrão. Agora, devido ao sucesso, vamos montar um menor, bem parecido com o maior e, com certeza, acrescentarei nesta postagem. Está ficando bem legal. Eles estão muito empolgados e querem levar para casa para recontar para os familiares. Eles é que não sabem que eu estou adorando tudo isso. Alcanço meus objetivos sem eles nem perceberem. Gostei! Rsrsrs
      Seja muito bem vinda e volte sempre, viu?
      Grande abraço,
      Rosângela.

      Excluir